Brasileiro sofre queda de cavalo assustadora no hipismo do Pan-Americano de Lima

Cavaleiro Ruy Leme da Fonseca e cavalo Ballypatrick não se machucaram com gravidade - Foto: REUTERS/Guadalupe Pardo

Um grande susto abriu a participação da equipe do Brasil no segundo dia do conjunto completo de equitação (CCE) do hipismo. Neste sábado, Ruy Fonseca sofreu uma queda de cavalo assustadora durante a prova de cross-country. O cavalo Ballypatrick SRS tropeçou em um dos obstáculos e acabou caindo sobre seu cavaleiro.

Ruy ficou deitado no gramado depois da queda. Apesar do susto, o atleta de 46 anos e o cavalo passam bem. O cavaleiro teve apenas uma fratura na clavícula. Ruy foi bronze da prova individual do CCE no Pan de Toronto 2015 e defendeu o Brasil nas Olimpíadas de Londres 2012 e Rio 2016.

Hipismo, Jogos Pan-Americanos, Lima 2019, Ruy Leme da Fonseca – Foto: REUTERS/Guadalupe Pardo

A prova de CCE reúne três modalidades do hipismo: adestramento, cross-country e saltos. A equipe do Brasil busca uma das duas vagas em disputa para a Olimpíada de Tóquio 2020. Abriu bem a participação no adestramento ficando na terceira posição, com 85,90 pontos perdidos, atrás de Estados Unidos (76,40) e Canadá (81,30). A queda e a consequente eliminação de Ruy Fonseca poderiam complicar a situação do Brasil, mas o resultado dele foi descartado, e a equipe ainda conseguiu subir para a segunda posição, ultrapassando o Canadá. A equipe verde-amarela conta com Rafael Losano, Marcelo Tosi e Carlos Parro.

Fonte: G1

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui