Campeonato de Wrestling acontece neste sábado no Ginásio Renné Monteiro

Foto: Mauro Neto/Faar

O wrestling amazonense entra em ação neste sábado (18/09), na disputa do Campeonato Brasileiro Regional Região V, que acontece no Ginásio Renné Monteiro, com o apoio do Governo do Amazonas, realizado pela Confederação Brasileira de Wrestling (CBW). São 60 atletas atendidos com estadia, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), no alojamento da Vila Olímpica de Manaus, situada no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da capital.

Dos 60 competidores alojados na Vila, 15 atletas são de Atalaia do Norte (a 1.138 quilômetros de Manaus) e 20 de Benjamin Constant (distante 1.121 da capital), além de lutadores vindos de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pará, Amapá, Alagoas, Rio Grande do Norte, Mato Grosso e do Distrito Federal.

Foto: Mauro Neto/Faar

“Fomentar os esportes olímpicos é uma das prioridades do Governo do Estado, especialmente a luta livre amazonense, referência no Brasil. Tanto é que, através da Faar, estamos apoiando o Regional de Wrestling com a cessão dos alojamentos da Vila para os atletas de todo o país, além do ginásio Renné Monteiro para a realização da competição”, afirma o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

O campeonato engloba as categorias infantil, cadete (15 a 17 anos), júnior (18 a 20 anos) e sênior (acima de 18 anos). Além da disputa pela medalha de ouro, o campeonato vale pontos para o ranking nacional da modalidade.

“O Governo do Estado entrou com apoio ao evento nacional junto com a Confederação Brasileira de Wrestling (CBW). Então, a gente só deixa os nossos agradecimentos pelo incentivo. É uma oportunidade única para os lutadores dos municípios do Amazonas virem competir. Eu acredito que em um futuro bem próximo nossos atletas vão estar brigando por vaga nas Olimpíadas”, aponta Waldeci Silva, vice-presidente da CBW

Foto: Mauro Neto/Faar

De Atalaia do Norte, o jovem José Cândido, 17, representará o Amazonas na categoria cadete. “Quero agradecer pelo alojamento. É muito bom para a gente. Eu vou botar tudo para cima, todo o meu esforço”, afirmou.

João Batista, 16, do Amapá, aprovou as instalações da Vila Olímpica de Manaus. “É incrível isso que estão proporcionando aos atletas, o alojamento é algo muito importante. A estrutura sem dúvidas é de ótima qualidade, isso nos incentiva muito. Estou me sentindo em casa. Amanhã vou levar o ouro para casa e conquistar o mundo”, cravou o lutador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui