Deputado do PDT-AM que apoia Bolsonaro será expulso do partido

Adjuto Afonso é visto como a 'banda podre' do PDT no Amazonas - foto: arquivo/recorte

A decisão do deputado estadual Adjuto Afonso (PDT), em ‘agradar’ o presidente Bolsonaro (sempartido), assinando o projeto de Lei proposto pelo deputado Delegado Péricles (PSL), concedendo Título de cidadão do amazonas a ele, amanhã (23), às 10 horas, na Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), levantou a total desconfiança sobre a fidelidade do deputado e ao pedido de expulsão imediata da legenda.

Para o diretor de comunicação do PDT no Amazonas, Paulo Onofre, o deputado trabalhista tem sido a ‘banda podre’ do partido no Estado. “Ele sempre votou contra a orientação do PDT, no Amazonas”, lamenta.

Onofre afirma que Adjuto votou pelo congelamento de salário das categorias dos servidores estaduais por dois anos. Adjunto responde na justiça comum por agressão, com Boletim de Ocorrência (BO) em delegacia de polícia e que só não responde pela agressão por causa da imunidade parlamentar, responde por denuncia no MP-AM (Ministério Público do Amazonas) para apurar sobre ‘servidores fantasmas’ no seu gabinete entre outras.

Direção Nacional

Adjuto é acusa de desrespeitar a direção nacional, ao pré-candidato Ciro Gomes, às liderança locais e agora, atropelando a direção nacional do PDT, ele, Adjuto Afonso sai com o apoio e a homenagem ao presidente Bolsonaro, o que mais persegue a economia e as instituições ambientais do Estado e da Região.

Mesmo combalido pelo Covid-19, Paulo disse que vai protocolizar uma denúncia de infidelidade no Conselho de Ética do PDT-AM, pedindo a expulsão do deputado das fileiras do partido.

“Adjuto Afonso tem enxovalhado o PDT no Estado. Ele transformou o partido em alvo de gozação e tem que ser exorcizado em definitivo. Se quer seguir a extrema direita, então que procure se acomodar em um partido que apoia o Bolsonaro, não o nosso partido”, sentenciou o diretor de comunicação do PDT no Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui