Derreteu a pintura de R$ 400 mil, 4 meses depois de inaugurada em Boa Vista

Foto: Reprodução

A pintura no mural principal do Parque Rio Branco, em Boa Vista, desmanchou quatro meses após a inauguração do local.

A obra, que representa uma iguana gigante e é assinada pelo artista brasileiro internacionalmente reconhecido Eduardo Kobra, custou R$ 400 mil aos cofres públicos, conforme extrato publicado no Diário Oficial do Município (DOM). O valor foi pago pela prefeitura.

Procurada, a prefeitura de Boa Vista, responsável pelo Parque, informou por meio de nota que a situação será avaliada, mas a hipótese é que além da exposição ao sol, o problema seja devido ao grande volume de chuvas na capital e umidade no muro.

Disse ainda que entrou em contato com o artista responsável pela obra no mural e que uma equipe será enviada para fazer os reparos.

Eduardo Kobra disse ao G1 que não é comum a pintura derreter em um curto tempo e que uma equipe deve fazer a restauração do muro na próxima semana.

Foto: Reprodução

“Obviamente, fiquei triste e chateado porque tenho apreço e muito cuidado pelos meus trabalhos. Eu até criei um projeto, ‘A Arte de Conservar’, em que estou restaurando murais antigos, feitos há 8 ou 10 anos e que precisam de restauração. Mas o que aconteceu aí é raro, não é algo comum”, disse o artista.

O Parque do Rio Branco foi inaugurado em dezembro do ano passado, em uma uma festa que gerou aglomeração, com pessoas sem máscaras e sem distanciamento social.

Imagens registradas pelo G1 nessa terça-feira (20) mostram a pintura da iguana gigante desbotada. A arte foi feita em muro de concreto que abrange toda a extensão lateral do parque.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui