Dulce Menezes deixou Prefeitura de Coari com mais de R$ 7 milhões empenhados

Foto: Reprodução

A ex-prefeita de Coari (a 368 quilômetros de Manaus), Dulce Menezes, está sendo investigada pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM). A investigação diz respeito a contrato firmados pela então prefeita interina no valor de R$ 7,5 milhões.

Os acordos são referentes à obras que já foram executadas pelo governo do Estado. O caso configura crime de improbidade administrativa, com prejuízo ao erário.

Uma das contratadas teria recebido quase R$ 2 milhões para realizar trabalhos de infraestrutura. O referido acordo foi com a empresa IF Engenharia.

A investigação do MPAM também envolve licitação para compra de materiais de construção. O valor ultrapassa a casa dos R$ 5,5 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui