Explosão mata 80 e deixa 350 feridos em zona diplomática de Cabul

Carros explodem na zona diplomática de Cabul/Foto: AFP

Um caminhão-bomba explodiu hoje, quarta-feira (31), na praça Zanbaq, zona diplomática de Cabul, capital do Afeganistão, e deixou mais de 80 mortos e 350 feridos. O ataque ocorreu no distrito de Wazir Akbar Khan, perto de várias embaixadas, do Palácio Presidencial e da sede da missão da “Resolute Support”, coordenada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).
A explosão foi tão violenta que chegou a ser comparada a um terremoto, de acordo com testemunhas. Mais de 30 carros ficaram destruídos e estilhaços de vidros foram encontrados em um raio de um quilômetro de onde a bomba foi detonada. ONG’s afegãs informaram que há 65 feridos internados no Hospital de Emergência de Cabul, mas que “dezenas de outros aguardam serem recebidos em pronto-socorros”. As vítimas são em maioria civis que trabalham para a companhia de telefonia móvel afegã Roshan. Alguns funcionários da embaixada alemã também estão entre os feridos, confirmou o Ministério das Relações Exteriores do Afeganistão. Um conselheiro de segurança da Chancelaria afegã morreu.

Carros explodem na zona diplomática de Cabul/Foto: AFP

O grupo extremista Talibã, que opera no país, negou qualquer envolvimento com o atentado à bomba. Nenhuma outra organização terrorista assumiu o ataque ainda.

Há cinco dias, o Estado Islâmico tinha convocado seus seguidores a cometerem atentados durante o Ramadã, o mês sagrado para os muçulmanos e iniciado no último sábado (27).(Terra/IstoÉ/ANSA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui