Foxcom é acusada de contratar temporários para fugir dos impostos

Funcionários da Foxcom no Polo Industrial de Manaus (PIM), apontam irregularidades cometidas – foto: recorte/divulgação

Depois que o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal), iniciou as denúncias contra as fábricas da Samsung, Moto Honda, P&G, Flextrônics e mais uma meia dúzia delas, por estarem fugindo das responsabilidades fiscais e trabalhistas, outras empresas também foram apontadas como faltosas por seus funcionários, nos comentários das Notas no Correio da Amazônia.

Uma destas fábricas é a chinesa Foxcom, que aproveitou a substituição de humanos por robôs para terceirizar a mão-de-obra por temporários nas suas linhas de produção, além de praticar desvio de função e ‘apadrinhamento’ dos que continuam com carteira assinada.

Foxcom está entre as mais faltosas do PIM – foto: divulgação

As fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), estão praticando a contratação de trabalhadores temporários para fugir da obrigatoriedade de pagamento do FGTS, do Plano de Saúde, da PLR, do INSS. “É uma forma de redução de custos para aumentar os lucros”, destaca diretores do Sindicato.

Ônibus sucata

A Foxconn, além de iPhones, iPads, iPods e Macs, da Apple, ainda é responsável pela fabricação das placas da Intel, componentes da Dell e HP, do PlayStation, da Sony, do Xbox, da Microsoft, e também do Wii, da Nintendo, ainda assim, contrata ônibus para transportes de trabalhadores, da pior qualidade.

Ainda de acordo com diretor do Sindmetal, o transporte de trabalhadores da Foxcom será feito pela empresa de ônibus IACOM. O contrato está estipulado para começar a partir do próximo dia 24 de maio, com ônibus sucateados, retirados das rotas da Samsung e da Philco. “Os carros estão caindo aos pedaços e podem causar risco de acidente a cada transporte”, finalizou ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui