Instituições sociais recebem treinamento para administrar recursos do FPSAm

Representantes de Instituições Sociais recebem treinamento/Foto: Nathalie Brasil

Representantes de Instituições Sociais recebem treinamento/Foto: Nathalie Brasil
Representantes de Instituições Sociais recebem treinamento/Foto: Nathalie Brasil

Representantes de 27 instituições sociais da capital e do interior receberam um treinamento para administrar os recursos dos convênios aprovados via edital, em junho deste ano, no valor de R$ 4,4 milhões, pelo Fundo de Promoção Social do Amazonas (FPS), coordenado pela presidente de honra do Fundo de Promoção Social (FPS) e primeira-dama do Estado, Edilene Oliveira.

Diversas orientações foram explicadas pelos técnicos do FPS para que as instituições realizem de maneira correta as atividades sociais e de geração de renda nas cidades onde atuam. Entre as exigências a serem cumpridas estão, a execução do convênio conforme o plano de trabalho proposto, as apresentações de relatórios das ações realizadas nas entidades e de documentos fiscais que comprovem a aquisição de serviços ou produtos.

Segundo a presidente de honra do FPS, Edilene Oliveira, é fundamental que as entidades promovam com qualidade as atividades socioeducativas. “Temos associações que realizam importantes papeis em nosso Estado e elas precisam desse apoio para que as pessoas possam obter suas conquistas, feitas pelo belo trabalho delas em vários lugares do nosso Amazonas”.

Apoio – Os convênios aprovados pelo FPS no edital deste ano contemplaram 14 projetos da capital e 13 do interior do Estado. Entre as instituições beneficiadas, está a Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia, do município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus).

A instituição recebeu recursos para a aquisição de equipamentos de informática para melhorar o atendimento na educação profissional de jovens indígenas na comunidade de Iaureté em São Gabriel da Cachoeira. A coordenadora da entidade, Josefa Grangeiro, ressaltou o apoio recebido no treinamento para a boa condução dos trabalhos.

“É de fato importante ter essa capacitação porque é um momento em que aprendemos da melhor maneira como devemos executar bem o nosso projeto, que é voltado para a inclusão digital de comunidades indígenas em nosso município”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui