Todos os institutos de pesquisas apontam para Wilson e Amazonino no 2° Turno, menos o Pespectiva

Wilson Lima e Amazonino Mendes — Foto: Divulgação

Pesquisas de intenção de voto divulgadas em setembro, mês que antecede o pleito, pelos institutos Ipec, Pontual e Real Time Big Data, mostram um cenário consolidado de segundo turno para o Governo do Amazonas entre os candidatos Wilson Lima (União Brasil), que concorre à reeleição, e Amazonino Mendes (União Brasil).

Todas elas foram registradas na Justiça Eleitoral e apresentaram nível de confiabilidade superior a 90%.

Pesquisa de intenção de voto Realtime BigData, divulgada no dia 13 de setembro, colocou Lima cinco pontos percentuais à frente de Amazonino Mendes, tanto na categoria estimulada, quanto na espontânea.

Os números apontaram para um segundo turno entre os oponentes, já que o terceiro colocado, à época, Eduardo Braga (MDB), aparecia 12 pontos atrás de Lima e 7 de Amazonino. Os percentuais na modalidade espontânea foram: Lima com 22%, Amazonino com 17% e Eduardo Braga com10%. A margem de erro era de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Já a Pesquisa Eleitoral para Governador e Senador do Amazonas, divulgada no último dia 26, pela Pontual Pesquisa de Mercado e Opinião Pública, mostrou algo similar, com Lima com 35% na modalidade estimulada. Em seguida, estava Amazonino Mendes (Cidadania), com 24,8% e Eduardo Braga (MDB), com 17%. Ou seja: Braga estava 18 pontos atrás do primeiro colocado e 6,8 pontos percentuais atrás do segundo.

No dia 28 de setembro, dois dias após a divulgação da pesquisa Pontual, a pesquisa de intenção de voto do Real Time BigData mostrou mais um cenário em alçava Lima e Amazonino ao segundo turno na corrida pela cadeira de governador.

No estudo, Lima com 36%, Amazonino com 25% e Braga com 17%. A categoria foi a estimulada e a margem de erro era de 3 pontos percentuais, o que excluía a possibilidade de alcance de Braga ao segundo coloca.

Mais recente, a pesquisa Ipec, encomendada pela Rede Amazônica, e divulgada no último dia 30, apontou uma distância significativa de Eduardo Braga para Wilson Lima e Amazonino Mendes, isolando os dois últimos em um cenário certo de segundo turno. Na pesquisa, Wilson somou 38% dos votos válidos, Amazonino 28% e Braga, 19%, com margem de erro de três pontos percentuais.

Também divulgada no dia 30 de setembro, a pesquisa do Direto ao Ponto sobre a disputa pelo governo do Amazonas, mostrou Lima liderando as intenções de voto, com 36,7%, Amazonino Mendes com 23,4% e Braga com 17,2%. Com a margem de erro de 2,55 pontos para mais ou para menos, ficou estabelecido o segundo turno entre Wilson e Mendes.

Contrariando todas as demais pesquisas, a Perspectiva, que confirmou, ao longo de seis análises anteriores, um cenário de segundo turno entre Wilson e Amazonino, divulgou, neste sábado, um dia antes da eleição, pesquisa de intensão de votos em que Braga e Amazonino aparecem empatados tecnicamente.

Os dados mostram Eduardo Braga, pela primeira vez, em segundo lugar, desde que a análise da Perspectiva passou a ser feita, em 8 de março. No estudo atual, Wilson Lima tem 29,8% das intenções de votos, Braga 18% e Amazonino, 17,3%.

A margem de erro é de três pontos percentuais e a modalidade é a espontânea. Entre o dia 21 e este sábado, Braga teria crescido 2,1 pontos percentuais, enquanto Amazonino, teria recuado 0,3 pontos percentuais, contrariando todas as pesquisas anteriores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui