Juiz plantonista anula eleição na Associação Amazonense dos Municípios (AAM)

Os candidatos do Senador Eduardo Braga estão fora. A eleição foi viciada, segundo juiz plantonista - foto: arquivo

A manobra para eleger o prefeito Jair Souto, o candidato do senador Eduardo Braga (MDB) para a Associação dos Municípios do Amazonas (AAM), realizada ‘às pressas’ na sexta-feira (11), na sede da instituição em Manaus, foi entendida como ‘apressada e feita na surdina’ pelo juiz plantonista Manoel Amaro de Lima, que deu parecer anulatório para a escolha, imediatamente.

A pedido dos prefeitos Anderson José Sousa e Carlos Roberto de Oliveira Junior, o juiz Manoel Amaro de Lima anulou neste domingo (13) as eleições na AAM por entender que ela foi realizada sem a convocação da maioria dos prefeitos dos municípios do Amazonas que totalizam 62 gestores.

As eleições que foram antecipadas e contou com a participação de apenas 16 gestores municipais fere o Estatuto, em seu artigo 26,  onde dispõe que é necessário fazer a convocação dos associados por meio de carta registrada e com a antecedência mínima de 15 (quinze) dias, o que também não fora observado.
Na ocasião havia sido escolhido como presidente do AAM o prefeito de Manaquiri, Jair Souto. Na vice-presidência o prefeito de Santo Antônio do Içá, Abraão Lasmar.

 Veja a decisão na íntegra no link abaixo:

decisão AAM

 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui