Juliette é acusada pelo MBL de fazer campanha antecipada para Lula

Juliette Freire na “Festa de São João”, de Campina Grande - Foto: Reprodução

A cantora Juliette foi acusada por Rubinho Nunes e Guto Zacarias, pré-candidatos a deputados federal e estadual por São Paulo, respectivamente, e por membros do Movimento Brasil Livre (MBL), de fazer campanha para a pré-candidatura à presidência de Lula (PT) durante show em Caruaru, em Pernambuco.

Conforme divulgado nas redes sociais de Nunes, ele e Zacarias, ambos do União Brasil, protocolaram uma representação no Ministério Público Eleitoral pedindo que Juliette e Lula paguem uma multa, já que a cantora teria transformado sua apresentação em um “showmício pró-Lula”.

Em um momento da apresentação da cantora, o público entoou o refrão: “Olê olê olê olá, Lula, Lula“. Juliette, por sua vez, respondeu: “tô ouvindo muito não“.

Guto Zacarias também escreveu sobre o processo em seu Twitter. “Não vamos permitir que ‘artistas’ usem o dinheiro do contribuinte para fazer campanha antecipada e showmício pra MARGINAL CONDENADO”.

Sem citar nomes, Juliette também utilizou seu perfil no Twitter para comentar a situação. “A estratégia é tão óbvia. Só não enxerga quem não quer. Próxima pautaaa… vamos falar de coisa boa?“, disse.

Uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui