Novas regras do WhatsApp passam a valer a partir de hoje, 15

Foto: Reprodução

O WhatsApp explicou o que vai acontecer com as contas dos usuários que não aceitarem as novas regras dos termos de uso do aplicativo que passam a valer neste do sábado, dia 15 de maio. De acordo com o comunicado publicado no blog do app, num primeiro momento, as contas dessas pessoas não serão, mas elas não poderão ler ou enviar novas mensagens.

O app mensageiro explicou que os usuários que não aceitarem os termos não terão acesso a todas as funcionalidades do WhatsApp, até que concordem com as novas diretrizes. O informativo diz ainda que, por um período curto, esses usuários poderão receber chamadas e notificações, porém não terão acesso às mensagens. Segundo a empresa, esse prazo será de “algumas semanas”, sem dar mais detalhes.

Mas será que os usuários poderão aceitar as novas regras depois do dia 15 de maio? A resposta é sim. Contudo, as contas que não adotarem os termos até a data limite serão tratadas como “inativas”. De acordo com a política do WhatsApp para usuários inativos, esses perfis geralmente são excluídos após 120 dias de inatividade. Depois de excluídos, todo o histórico do usuário e backups são excluídos dos servidores do aplicativo.

Exportar histórico de conversas

Para as pessoas que estão inclinadas a não aceitar as novas regras do app, o WhatsApp oferece a sugestão de exportar o histórico de conversas pelas configurações do próprio mensageiro. Porém, a empresa não deixa claro se o backup poderá ser feito depois do dia 15 de maio.

Compartilhar informações com o Facebook

As mudanças do WhatsApp vão dar permissão para que o aplicativo de mensageria compartilhe informações com parceiros da maior rede social do mundo, o Facebook. Os usuários serão obrigados a aceitar essa condição, caso contrário não poderão mais usar o aplicativo.

Por causa dessa obrigação que pode colocar os dados de usuários mais amostra para anúncios, os usuários passaram a procurar outras opções de apps como o Signal que é considerado ultrasseguro e também o Telegram que foi o aplicativo mais baixado no mundo no mês de janeiro.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui