Polícia Civil prende suspeitos de homicídios em Tabatinga

Alciney da Silva Lopes e Wilson Lima da Silva - Foto: Divulgação/ PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas, por meio de investigação da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Tabatinga, sob o comando da delegada Mary Anne Trovão, titular da unidade policial, cumpriu no domingo (3/3), mandados de prisão preventiva em nome de Alciney da Silva Lopes, 34, e Wilson Lima da Silva, 24. Eles estariam envolvidos em dois crimes de homicídio distintos.

De acordo com a delegada, as prisões iniciaram com a detenção de Wilson, por volta de 9h, no porto de Tabatinga, município distante 1.108 quilômetros da capital. A ordem judicial em nome de Wilson foi expedida no dia no dia 2 de março deste ano, pelo juiz Edson Rosas Neto, da 2ª Vara da Comarca de Tabatinga. Já Alciney foi preso por volta das 10h, quando chegou ao município de Benjamin Constant, a 1.121 quilômetros de Manaus. O mandado de prisão em nome de Alciney foi expedido 26 de fevereiro deste ano.

A titular da DEP de Tabatinga explicou que Wilson é o suspeito de ter matado Jaime Morales, no dia 28 de março de 2018. A vítima tinha 38 anos.

Alciney da Silva Lopes e Wilson Lima da Silva – Foto: Divulgação/ PC-AM

“O homicídio de Jaime ocorreu por volta das 2h, na avenida da Amizade, em frente a um bar, situado no bairro Centro, em Tabatinga. Na ocasião, Wilson estava bebendo no bar com a namorada dele e um homem, que já está sendo investigado pela polícia, quando por ciúmes da namorada, Wilson iniciou uma briga com a vítima, dando vários golpes de faca no peito de Jaime, que veio a óbito no local”, informou.

Trovão destacou que Alciney estaria envolvido no homicídio de Rafael Gamboa Calderon, que tinha 61 anos. O crime ocorreu no dia 16 de dezembro de 2017, por volta de meio-dia, em frente a uma igreja evangélica, situada na rua Marechal Mallet, situada na primeira etapa do bairro Dom Pedro, daquele município.

“O crime foi motivado por vingança. A vítima, que era pastor de uma igreja evangélica, teria uma rixa com o irmão do suspeito. No dia do crime, Alciney teria disparado tiros da garupa de uma motocicleta, que atingiram a cabeça do pastor. Ele faleceu no local”, esclareceu a delegada.

Wilson e Alciney foram indiciados pelo crime de homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na especializada, os dois suspeitos foram levados para Unidade Prisional de Tabatinga, onde irão ficarão à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui