Ponta Negra volta a ser interditada após alta de casos da Covid-19

Foto: Victor Hugo/ Rede Amazônica

O Complexo Turístico da Ponta Negra voltou a ser interditado em Manaus por conta do aumento em números da Covid-19 na capital. O decreto que determina a interdição do local foi assinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto nesta sexta-feira (18).

A medida foi tomada após a Prefeitura e o Governo do Amazonas detectarem o aumento de casos da doença em unidades de saúde da capital. A Prefeitura informou que há um aumento na demanda de atendimentos para a doença em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), e o número de internações também aumentou, principalmente na rede privada.

Até esta quinta-feira (17), o Amazonas tinha mais de 129 mil casos confirmados da Covid-19, com mais de 3,8 mil mortes. O número de internados era de 272. Os leitos de UTI da rede privada apresentam cerca de 70% de ocupação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui