Prefeito de Eirunepé é obrigado a retirar propaganda irregular

Foto: Reprodução

O prefeito de Eirunepé (a 1.245 quilômetros de Manaus), Raylan Barroso, foi obrigado a retirar todas as peças publicitárias consideradas contrárias à Lei Eleitoral.

Caso a determinação do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) não seja cumprida, ele poderá ser multado em até R$ 15 mil.

Raylan é candidato à reeleição à Prefeitura de Eirunepé. A notificação contra o gestor já está publicada.

Recentemente, o prefeito tirou dos cofres da cidade mais de R$ 1 milhão para comprar carne.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui