Prefeitura de Autazes decreta estado de calamidade

Foto: Reprodução

Com a alta de casos de covid-19, o prefeito de Autazes (a 110 quilômetros de Manaus), Andreson Cavalcante, decretou estado de calamidade pública na cidade. A medida é válida por 180 dias.

De acordo com o prefeito, o hospital de campanha do município está com sua capacidade de internação acima do que pode suportar. Portanto, não há mais vagas nos leitos e pessoas em estado grave, necessitando de socorro emergencial.

O estado de calamidade é válido por seis meses e poderá ser prorrogado pelo prazo necessário à prevenção e enfrentamento da crise. Com o estado de calamidade, as autoridades ficam autorizadas a adotar medidas “excepcionais” para combater a disseminação da covid-19 como a dispensa de licitação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui