Amazonas Cidades Destaques

Rodoviários não aceitam ‘demissão em massa’ dos Cobradores de ônibus

Empresários dos transportes em Manaus, querem demitir os cobradores do sistema - foto: CNT
Redação
Escrito por Redação

Os Rodoviários prometem endurecer o jogo dos empresários, que querem ‘demitir os cobradores’ do sistema de transportes urbanos de Manaus e duplicar a função dos motoristas, que além de dirigir, terão que cobrar as passagens, com novo sistema de catraca na porta da frente dos ônibus.

Até a próxima sexta feira (15), a diretoria do Sindicato dos Rodoviários do Amazonas espera que os empresários voltem atrás da decisão. Caso contrário, irão fazer uma Assembléia Geral da categoria para decidir qual o caminho a tomar. A primeira vista, é pela paralização do sistema.

A informação é do presidente do Sindicato, Givancir de Oliveira. Ele disse ao portal nessa manha de segunda feira (11), que além de desumano e excludente, a decisão dos empresários de economizarem com a demissão dos cobradores, leva a outros problemas muito mais graves, como aumento dos acidentes, o número de assalto, o desemprego, o elevado nível de stress.

Empresários dos transportes em Manaus, querem demitir os cobradores do sistema – foto: CNT

“Eles não podem passar por cima de todos. Antes de decidirem pela demissão dos cobradores, os empresários tem que levar o projeto dos transportes urbanos sem cobradores para a Câmara Municipal de Manaus (CMM), tem que reduzir o valor da passagem, ouvir a decisão e o aprovo do prefeito da cidade”, destaca Givancir.

A Assembléia Geral, que vai decidir pela paralisação do sistema está marcada para a próxima sexta feira (15). Até lá, a diretoria vai esgotar todos os canais de negociação. Irão falar com o prefeito Arthur Neto (PSDB), com o presidente da Câmara Joelson Silva (PSDB) e com o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.