Transportes executivos, alternativos e mototáxis estão liberados

Transporte Executivo liberado pela PMM/Foto: Arquivo

A Prefeitura de Manaus lamenta que o Sindicato dos Rodoviários não tenha cumprido a decisão judicial que determinava a não paralisação de um serviço essencial à população, como o transporte coletivo. O poder público municipal sempre se pautou pelo respeito à categoria, auxiliando, inclusive, na intermediação do diálogo entre empresários e trabalhadores.
A categoria reivindica o pagamento dos Dissídios Coletivos de 2016, que tem data base até o dia 1º de maio e está sob análise do Tribunal Superior do Trabalho (TSE). Como forma de pressionar a Justiça, o sindicato entende que a melhor forma de agir é deixando a população sem ônibus.

Transporte Executivo liberado pela PMM/Foto: Arquivo

Para que os usuários do sistema não sejam ainda mais prejudicados, a Prefeitura de Manaus está liberando a circulação de ônibus executivos, alternativos e mototaxis até o Centro da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui