Wilson Lima anuncia novos investimentos para o setor primário de Tapauá

Foto: Arthur Castro/Secom

O governador Wilson Lima fez a entrega de 30 Cartões do Produtor Primário (CPP), neste sábado (08/08), para produtores rurais do município de Tapauá, na calha do Purus. O benefício garante ao produtor a isenção de Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), descontos na energia elétrica e apoio na emissão de nota fiscal eletrônica na hora de comercializar produtos.

Conforme dados do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), até o final do mês de julho, deste ano, foram emitidos 102 mil CPP. A expectativa é fechar 2020 com 106 mil Cartões emitidos. O município de Tapauá registrou 620 inscrições do cartão.

Foto: Arthur Castro/Secom

Incentivo – O produtor rural, Luciano Fernandes, possui o cultivo de abacaxi, banana e hortaliças. Neste mês, ele renova sua carteira para continuar o crescimento de sua produção. “O cartão ajudou demais porque impulsionou o trabalho aqui e a minha renda. Estou muito feliz com isso porque antes não tinha visão, não tinha renda e o Idam me orientou e hoje estou investindo na agricultura familiar para suprir a necessidade do município, que é muito carente nesse quesito.

Foto: Arthur Castro/Secom

Fortalecimento na agricultura – O Governo do Amazonas, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e Idam, vai fazer o levantamento dos produtores da região para posterior cadastramento junto a ADS, visando a expansão da Feira de Produtos Regionais da agência para o interior do estado para o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme). O objetivo é estimular a participação dos agricultores de Tapauá no programa.

Crédito emergencial – A ADS vai estender para os agricultores de Tapauá o Crédito Emergencial oferecido em parceria com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). O benefício é fruto de uma parceria firmada entre as agências que disponibilizará empréstimos de R$ 5 mil (sem avalista) a R$ 21 mil (com avalista) aos empreendedores. (Mais informações com a Afeam).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui