Zagueiro Wallace está de volta ao Flamengo/Foto: Divulgação

Zagueiro Wallace está de volta ao Flamengo/Foto: Divulgação
Zagueiro Wallace está de volta ao Flamengo/Foto: Divulgação

A zona da confusão, termo criado por Vanderlei Luxemburgo, se torna um tormento cada vez maior com a proximidade do fim do Campeonato Brasileiro. Por isso, conseguir se distanciar do grupo dos quatro últimos colocados vira quase obsessão em busca de um fim de ano tranquilo. Assim, Flamengo e Chapecoense se enfrentam neste domingo, às 17h30 (de Manaus), no Maracanã.

Há três meses, quando se enfrentaram pelo primeiro turno da competição, a Chapecoense venceu por 1 a 0, na Arena Condá, em sua melhor fase no Brasileiro. O Flamengo, no segundo jogo de Luxemburgo, voltou para a lanterna. Hoje, as situações se inverteram, e a maior preocupação está do lado catarinense.

Com 40 pontos, o Flamengo tem uma vantagem de quatro sobre a Chapecoense, faltando sete jogos para o fim do Brasileiro. Antes do início da 32ª rodada, o Botafogo abria a zona de rebaixamento com 33.

A sequência do Flamengo é positiva. Mesmo com a intenção de poupar alguns jogadores, pensando no jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, quarta-feira, Luxemburgo considera a vitória essencial para dar o último passo para a tranquilidade rubro-negra. O time não entra na zona de rebaixamento desde a 14ª rodada.

A Chapecoense precisa voltar a vencer. Com uma seca de três jogos, começa a ver a zona do rebaixamento ficar mais perto. A distância agora é de três pontos e, se perder para o Fla, o time pode voltar ao Z-4. Com dois jogos seguidos fora de casa, o Verdão do Oeste projeta no mínimo um triunfo. E a vitória diante dos cariocas no primeiro turno, por 1 a 0, serve de motivação para a equipe no Maracanã. Até mesmo para melhorar o rendimento fora de casa. Longe da Arena Condá, a Chape tem apenas duas vitórias em 15 confrontos. Na reta final de campeonato, o clube já faz as contas para manter-se na Série A.

Escalações

Flamengo:  o técnico Vanderlei Luxemburgo se preocupou em segurar a formação para o jogo deste domingo. Ele ganhou o desfalque de Everton, com uma lesão na coxa esquerda, e deve poupar alguns jogadores para o jogo com o Atlético-MG, quarta-feira, em Belo Horizonte, pela semifinal da Copa do Brasil. O provável time: Paulo Victor, Léo Moura, Wallace, Samir e Anderson Pico; Cáceres, Canteros, Márcio Araújo e Gabriel; Nixon e Eduardo da Silva.

Chapecoense:  A escalação não foi confirmada pelo técnico Jorginho. Ele deve manter a base do último jogo. A principal dúvida é em relação ao meia Camilo, que está lesionado. O provável é que o treinador mande a campo uma equipe com três volantes e três atacantes. Diones e Ricardo Conceição devem fazer a ligação do meio com o setor ofensivo. O time deve ser: Danilo; Fabiano, Rafael Lima, Douglas Grolli e Rodrigo Biro; Bruno Silva, Ricardo Conceição e Diones; Tiago Luis, Fabinho Alves (Júnior Timbó) e Leandro.

Jogos de hoje(Domingo)

Aberta ontem, com três jogos ( Grêmio 1 x 0 Vitória, Goiás 0 x 2 Fluminense e Corinthians 2 x 2 Coritiba), a 32a. rodada do Campeonato Brasileiro, série A, terá ainda, além de Flamengo x Chapecoense, no Maracanã, o seguintes jogos:

Às 15h00 (de Manaus) – Sport Recife x Figueirense, na Ilha do Retiro; Santos x Internacional, na Vila Belmiro; Cruzeiro x Botafogo, no Mineirão e Criciúma x São Paulo, no Heriberto Hulse.

Às 17h30 (De Manaus) – Flamengo x Chapecoense, no Maracanã; Bahia x Palmeiras, na Fonte Nova e Atlético-PR x Atlético-MG, na Arena da Baixada.

O Cruzeiro continua líder com 61 pontos; o São Paulo tem 56 e Fluminense, Atlético-MG, Grêmio e Corinthians, todos com 54 pontos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui