Amazonense é morto na Venezuela depois de sofrer emboscada

O amazonense foi morto com tiro no peito durante assalto /Foto: Divulgação

O amazonense Amaury Castro da Silva, de 48 anos foi morto com tiro no peito na madrugada deste domingo (14) durante assalto entre as cidades venezuelanas de Porto Ordaz e São Félix.

De acordo com áudios e fotos que chegaram pelas redes sociais, Amaury estava em um comboio formado por nove carros que transportavam cerca de 30 pessoas.

O grupo tinha jantado em um restaurante na cidade de Upata, também na Venezuela, quando foram seguidos e parados por um carro com homens armados.

O amazonense foi morto com tiro no peito durante assalto/Foto: Divulgação

Durante a perseguição pelos bandidos, tiros foram disparados e um dos disparos atingiu Amaury no peito.

Os bandidos roubaram todos os pertences, objetos e dinheiro das pessoas que estavam no comboio. Amaury morreu no local.

Autoridades venezuelanas estão prestando apoio para o retorno do grupo e o translado do corpo de Amaury para o Brasil.

Autoridades venezuelanas já tinham alertado sobre o perigo de brasileiros permanecerem em território venezuelano por causa da instabilidade política no país.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui