Câmeras flagram extração de madeira na Amazônia

Carregamento e mais carregamento de madeira ilegal da Amazônia - foto: recorte/recuperada

Ao longo de nove meses, sete terras indígenas foram monitoradas pela Polícia Federal e pelo Ibama. A ação era feita por meio de câmeras escondidas que captaram a extração de madeira na região.

As operações se estenderam por mais de três mil quilômetros dentro das terras indígenas, que ocupam quase 14% do território brasileiro. São 610 Tis – a maioria na Amazônia.

Foto: Recorte

Conforme especialistas, a Amazônia já perdeu 20% da cobertura florestal. “As terras indígenas nesse mesmo período perderam um pouco mais de 1%, o que mostra que as terras indígenas como um potencial muito importante para proteção da natureza e para o cumprimento de acordos globais que o Brasil tem assumido”, disse o pesquisador do Instituto Socioambiental Antonio Oviedo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui