Carnaval pede muita água e alimentação saudável, orienta nutricionista

Foliões devem tomar cuidado com a limentação e hidratação orienta nutricionista/Foto: Divulgação

As festas e bandas de carnaval já estão a todo vapor e, para aguentar o pique intenso, é preciso que o folião tome alguns cuidados com a alimentação e a hidratação.

A coordenadora do curso de Nutrição da UniNorte, Esther-Lea Benayon, explica que devido a quantidade de dias de festa, é comum que os foliões se desidratem, principalmente, aqueles que ingerem bebida alcoólica. Por isso, a orientação da nutricionista é que, nesse período, o consumo de água e de sucos naturais seja reforçado para manter a hidratação.

A atenção com a alimentação deve começar mesmo antes do Carnaval. Ester-Lea recomenda que as pessoas diminuam a ingestão de alimentos ricos em gorduras. O ideal, nesse período, é dar preferência para os carboidratos, como pão, macarrão, que dão energia para aguentar os dias de festa. É indicado, também, consumir frutas e verduras. Isso ajuda que organismo mantenha os níveis de vitaminas e minerais dentro dos padrões esperado.

Foliões devem tomar cuidado com a limentação e hidratação orienta nutricionista/Foto: Divulgação

De acordo com a nutricionista, seguir um bloco de rua, caminhando e pulando, pode consumir até 500 calorias por hora. Já uma hora dançando em um baile de carnaval pode gastar até 360 calorias.

Durante os dias de festa, os cuidados devem ser mantidos. Caso o folião vá ingerir bebida alcoólica, a recomendação é intercalar com água, porque isso evita a desidratação e também ajuda a evitar a temida ressaca no dia seguinte. A nutricionista diz que é preciso evitar ingerir bebida alcoólica em jejum. Antes da festa, é melhor comer algo leve, como salada ou uma fruta. “O ideal é fazer isso também durante a festa”, explicou.

É preciso ficar atento, também, ao consumo de alimentos vendidos na rua. A dica é verificar as condições de higiene do local e se os produtos vendidos estão sob refrigeração. Caso a opção do folião seja os alimentos vendidos nas barracas das bandas e desfiles de carnaval, o ideal é evitar alimentos pesados, pois esses dão uma sensação de moleza.

Após os quatro dias de Carnaval, Ester indica aos foliões que repousem, tomem bastante líquidos como água, sucos naturais e chás. “Dessa forma, o organismo vai se recuperar dos dias intensos de festa”, frisou.

Sapato ideal – Para as mulheres que vão enfrentar a maratona de quatro dias de festa, é preciso ficar atento também ao tipo de sapato que será usado. A fisioterapeuta e professora da UniNorte, Angela Coelho, explica que o calçado ideal é o tênis ou sapatinha fechada. Outra alternativa são as sandálias com cerca de três a cinco centímetros.

Angela ressalta que é importante que o sapato seja confortável e acomode bem os pés. “Os saltos muitos altos e finos aumentam o risco de entorses, lesões nos pés e dores na coluna e joelho, principalmente, pelo fato de a pessoa pular, dança e não ter equilíbrio”, afirmou. As sandálias rasteirinhas não são indicadas. Por ser muito baixo, esse tipo de calçado não possui amortecimento e sobrecarrega os pés e os joelhos. Calçados abertos também não são indicados porque quem os usa pode se machucar e ferir o pé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui