Colunas Osiris Silva

General Mourão, a ZFM e a Amazônia – por Osíris Silva

Mourão esteve reunido em Manaus com Arthur Neto e autoridades do governo/Foto: Reprodução/Facebook
Avatar
Escrito por Redação II

Em palestra proferida na manhã de ontem no auditório da Federação das Indústrias do Amazonas (FIEAM) sobre “A Importância Estratégica da Amazônia Para o Brasil”, o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão afirmou de início que “a Zona Franca de Manaus continua sendo prioritária para o governo, precisamos apenas melhorar o que já existe aqui”.

Reafirmou a decisão do governo sobre o asfaltamento da BR-319 (Manaus-Porto Velho), antiga reivindicação do povo amazonense que vem sendo negligenciada governo após governo.

Em apenas 45 minutos de palestra, o general Hamilton Mourão, de 66 anos, demonstrou-se dotado de excepcional poder de comunicação, fortes convicções, personalidade marcante, ampla visão do mundo contemporâneo, dos problemas do Brasil, das dificuldades da Amazônia e a da Zona Franca de Manaus. Sua fala, de maneira direta e sem rodeios transmite segurança e confiabilidade.

Mourão esteve reunido em Manaus com Arthur Neto e autoridades do governo/Foto: Reprodução/Facebook

O general Mourão esteve reunido em Manaus com o prefeito Arthur Neto, autoridades do governo do Estado, o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes Júnior, e com lideranças empresariais e politicas. O governador Wilson Lima, por encontrar-se tomando parte de uma reunião de governadores no Amapá, foi representado pelo vice, Defensor Carlos Almeida, que, por sinal fez um vigoroso pronunciamento pelo fortalecimento da ZFM e a exploração sustentável dos recursos de nossa biodiversidade. Aliás, um jovem competente, por sinal. De uma boa e promissora safra.

Durante sua palestra, afirmou que, após amainadas as tempestades que o Executivo ora enfrenta não tem a menor dúvida de que o presidente Jair Bolsonaro fará um grande governo, cumprindo importantes metas de obras e serviços em favor do povo brasileiro. Sem corrupção, complementou.

Escritor e economista Osíris Silva/Foto: Divulgação

Meio gaúcho meio amazonense

Tendo servido três anos em Manaus e dois como comandante da 2ª Brigada de Infantaria de Selva, em São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros a noroeste de Manaus), o general Hamilton Mourão, nascido no Rio Grande do Sul, é filho do general de divisão Antonio Hamilton Mourão e de Wanda Coronel Martins Mourão, ambos amazonenses.

Formado na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) foi declarado aspirante a oficial da Arma de Artilharia. Sua carreira tem por base os chamados altos estudos militares da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e do Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, além do curso de Guerra na Selva.

Atuou como comandante militar em Angola, Venezuela, Ijuí, RS e São Gabriel da Cachoeira, AM e na 6.ª Divisão de Exército, em Porto Alegre. Sua experiência passa ainda por Educação e Cultura, Economia e Finanças. Foi Comandante Militar do Sul entre 28 de abril de 2014 e 26 de janeiro de 2016.

Manaus, 29 de março de 2019.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.