Gerente do tráfico ‘Hello Kitty’ é morta em operação da PM no Rj

Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a Hello Kitty — Foto: Reprodução/Redes sociais/Arquivo Pessoal

Uma das criminosas mais procuradas do RJ foi morta na manhã desta sexta-feira (16) em uma operação da PM. Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a Hello Kitty, e outros três suspeitos morreram em confronto no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.

Hello Kitty era braço direito do pai, Alessandro Luiz Viera Moura, o Vinte Anos, apontado pela polícia como chefe do tráfico do Salgueiro. Vinte Anos também morreu na operação.

Tiros desde as 6h

Policiais foram até o local após informações de que uma família estaria sendo feita refém em Itaoca, dentro do Salgueiro.

Com a chegada das equipes, ainda por volta das 6h, começou um intenso tiroteio. Moradores disseram que não conseguiram sair para trabalhar por medo dos tiros.

De acordo com a polícia, a denúncia de sequestro não foi confirmada. Mas no local estavam Hello Kitty e Vinte Anos. Houve confronto, e os dois foram baleados.

Eles chegaram a ser levados para o Hospital Estadual Alberto Torres, mas já chegaram mortos.

Cartazes do Disque Denúncia de Hello Kitty e Vinte Anos — Foto: Reprodução

Ostentação com armas

Os investigadores afirmam que Vinte Anos chefiava o tráfico na Comunidade do Salgueiro, e a filha era a gerente.

Além das acusações por tráfico de drogas, o nome de Hello Kitty também aparece em inquéritos de assaltos a mão armada em Niterói e em São Gonçalo.

Segundo a polícia, ela era presença constante em bailes funk e gostava de exibir fotos com armas nas redes sociais.

Os agentes apreenderam dois fuzis e duas pistolas.

Há dois anos, a polícia fez uma grande operação para prender pai e filha, mas ambos escaparam.

O 7º BPM (São Gonçalo) foi ao local, além de policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão de Ações com Cães e de agentes da 72ª DP (São Gonçalo).

G1/Rio de Janeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui