João Pedro usa ‘histórico de superintendente’ para forçar apoio a Ele

Candidato a deputado estadual João Pedro Gonçalves (PT) - foto: divulgação

Títulos de terras no interior, assim como facilidades para todas as demandas anterior e posterior às eleições, estão servindo de moeda de troca e de exigência do candidato João Pedro (PT), junto a produtores rurais e sindicalistas de alguns municípios do Estado, entre eles, o de Apuí. João já foi superintendente do Incra e está usando o ex-cargo para exigir apoio.

João está usando os serviços da ouvidora e ex-superintendente do Incra, Maria do Socorro Marques Feitosa, para intimidar os sindicalistas do setor da produção no campo, exigindo que eles apoiem a candidatura de João Pedro para ter ‘benefícios’ futuros.

Candidato a deputado estadual João Pedro Gonçalves (PT) – foto: divulgação

Em áudio, a uma companheira de partido, ela pede que passe para ‘o lado’ do candidato João Pedro porque os seus oponentes dentro da legenda já têm ‘apoio demais’ e o João está com sérias dificuldades para emplacar a sua candidatura.

Maria do Socorro Marques Feitosa já foi superintendente do Incra em período posterior à administração do João Pedro, que também foi superintendente do órgão e agora está enviando a fatura aos produtores e sindicalista.

Maria do Socorro Marques Feitosa já foi superintendente do Incra em período posterior à administração do João Pedro – foto: divulgação

Socorro está usando o fato de ser ouvidora do Incra, para obrigar os sindicalistas rurais a apoiarem a candidatura de João Pedro, por ele ter feito supostas ações durante sua gestão.

Ela deixa a entender, que caso os sindicalistas não atendam a exigência, as demandas do órgão para o município serão canceladas para os que não apoiarem João Pedro.

——————————

Ouça os áudios com a conversa da Maria do Socorro Marques Feitosa:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui