MH370: novo dossiê revela que avião ficou sem combustível

Empresa diz que avião do voo 370 teria ficado sem combustível/Foto Reuters

Empresa diz que avião do voo 370 teria ficado sem combustível/Foto Reuters
Empresa diz que avião do voo 370 teria ficado sem combustível/Foto Reuters

O avião da Malaysia Airlines, desaparecido desde março, teria ficado sem combustível e caído em algum lugar no sul do Oceano Índico, de acordo com novos dados de empresa britânica de satélite, revelados nesta terça-feira. As informações são da Time.

Autoridades já haviam concluído que o voo MH370 tinha caído em área do Oceano Índico próximo à Austrália, sem deixar sobreviventes. Porém, pedidos internacionais e dos parentes dos passageiros por detalhes fizeram com que fossem reveladas novas informações do acidente. Após ter adiado por meses, a empresa de satélite britânica Inmarsat lançou um dossiê de 47 páginas nesta terça-feira, acatando pedidos do governo da Malásia, que liderou as operações de busca.

O avião saiu de Kuala Lumpur, na Malásia, para Pequim, na China, no dia 8 de março com 239 pessoas a bordo, mas desapareceu do alcance de radares 40 minutos depois da decolagem, aproximadamente.

Com base em informações da Inmarsat, os especialistas concluíram que a aeronave provavelmente caiu no sul do Oceano Índico. Nenhuma evidência física foi ainda recuperada na área do oceano onde se acredita que o avião possa ter caído. Vários países reuniram esforços na busca por restos. Alguns membros da família permanecem céticos em relação às informações divulgadas pelo governo da Malásia.(Terra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui