No vale tudo da eleição pode acontecer até ‘cena de prisão’ de assaltante de ônibus

Populares acreditam que houve 'armação' de cena de prisão de suposto assaltante - foto: arquivo/divulgação

Durante ato de campanha eleitoral, o candidato a prefeito de Manaus, Capitão Alberto Neto (Republicanos) se deparou com um assalto a ônibus e interviu para impedir a ação criminosa. O fato aconteceu na quarta-feira (7), conforme divulgado pela assessoria do candidato.

O prefeiturável sacou uma arma e prendeu o assaltante. A situação aconteceu no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus.

No entanto, conforme Boletim de Ocorrência (BO) registrado no 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), um homem de 27 anos foi detido na manhã de quarta-feira (07), por volta das 9h, por supostamente ter furtado um aparelho celular.

O fato ocorreu em um ônibus coletivo da linha 651, que transitava pela avenida Cosme Ferreira, bairro São José, Zona Leste.

De acordo com o BO, a vítima informou que estava no coletivo e, ao longo da viagem, percebeu que estava sem o aparelho celular. Em seguida, pediu o celular emprestado de outro passageiro e ligou para o dele, que tocou próximo de outros três indivíduos dentro do coletivo. A vítima então se deslocou até eles e, durante a confusão, dois conseguiram fugir e o terceiro foi detido, porém não estava com o celular dele.

O rapaz foi levado ao 14° DIP, onde foi registrada a ocorrência como furto. Após os procedimentos cabíveis, o indivíduo foi liberado por não estar em posse do aparelho e não se encontrar em situação de flagrante. A equipe policial dará continuidade às diligências para recuperar o celular da vítima.

Quanto ao assaltante abordado pelo Capitão Alberto Neto não teria sido registada ocorrência. O candidato afirmou que a presença do assaltante no ônibus lhe foi alertada pela buzina do condutor do coletivo, que tentava chamar a atenção de uma viatura de polícia no sentido contrário da via.

No entanto, conforme testemunhas, Capitão Alberto Neto passava pelo local com sua equipe de campanha e parou para tirar fotos. A população também estranhou o fato de o fotógrafo já estar posicionado para registrar a suposta prisão.

Nota oficial da Polícia Civil acerca do ‘suposto furto’

Conforme o Boletim de Ocorrência (BO) registrado no 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), um homem de 27 anos foi detido na manhã desta quarta-feira (07/10), por volta das 9h, por supostamente ter furtado o aparelho celular de um indivíduo de 36 anos. O fato ocorreu em um ônibus coletivo da linha 651, que transitava pela avenida Cosme Ferreira, bairro São José Operário, zona leste de Manaus.

De acordo com o BO, a vítima informou que estava no ônibus e ao longo da viagem percebeu que estava sem o aparelho celular. Em seguida, pediu o celular emprestado de outro passageiro e ligou para o dele, que tocou próximo de outros três indivíduos dentro do coletivo. A vítima então se deslocou até eles e, durante a confusão, dois conseguiram fugir e o terceiro foi detido, porém não estava com o celular dele.

O rapaz foi levado ao 14° DIP, onde foi registrada a ocorrência como furto. Após os procedimentos cabíveis, o indivíduo foi liberado por não estar em posse do aparelho e não se encontrar em situação de flagrante. A equipe policial dará continuidade às diligências para recuperar o celular da vítima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui