Para Marcelo Ramos, momento de tensão no Amazonas prejudica a população

Foto: Reprodução

Por ter uma responsabilidade nacional e que exige capacidade de diálogo com todos os setores, o deputado federal Marcelo Ramos tem se mantido longe das disputas políticas regionais. Ele tem se dedicado ao mandato e está sempre atento a temas nacionais e assuntos de interesse do Amazonas que tramitam em Brasília. No entanto, os últimos acontecimentos no Estado lhe pedem uma atenção maior.

“No momento que mais o povo do Amazonas precisa de unidade de ação entre as instituições, nós vivemos uma grave crise institucional que coloca em xeque o necessário diálogo tolerante, colaborativo e respeitoso entre as autoridades”, comentou durante discurso no Plenário da Câmara dos Deputados.

“A tensão entre os Poderes e órgãos como Ministério Público e o Tribunal de Contas faz mal ao Amazonas e aos amazonenses já tão sofridos pelas mortes, pela crise sanitária, econômica e social, decorrentes da pandemia do coronavírus”, continuou o parlamentar.

Esses conflitos, de acordo com o deputado, fazem as autoridades desperdiçarem energia quando precisam ser sinérgicas e ressaltarem as divergências quando é preciso ação e respostas que diminuam o sofrimento da população. Para Marcelo Ramos, as investigações sobre qualquer suspeita de desvio de conduta ou atos de corrupção devem ser tocadas com liberdade e independência pelos órgãos competentes e dentro dos estreitos limites da lei e da Constituição, com firmeza implacável contra qualquer desvio, mas sem invasão de competência e respeitando o contraditório e a ampla defesa.

“Da distância que tenho mantido das disputas locais, quero fazer apelo ao diálogo. Um apelo para que os chefes do Executivo, Legislativo, Judiciário, Coordenador da Bancada Federal, Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado sentem à mesa e restabeleçam o diálogo como instrumento de harmonia entre os Poderes”, concluiu.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui