Parlamentares petistas buscam apoio para melhorar o transporte público

Vereador Waldemir José(PT), fiscaliza transporte coletivo/Foto: Divulgação

Vereador Waldemir José(PT), fiscaliza transporte coletivo/Foto: Divulgação
Vereador Waldemir José(PT), fiscaliza transporte coletivo/Foto: Divulgação

As fiscalizações realizadas pelo vereador Waldemir José (PT), e sua equipe, nas estações de ônibus dos bairros Japiim, Mauazinho, Jorge Teixeira, Mutirão, Novo Aleixo e Petrópolis, durante os meses de fevereiro, março e junho deste de ano, em horários de maior fluxo de usuários, apontaram que o sistema de transporte público da cidade está cada vez mais precário, e que não há nenhuma intervenção da Prefeitura no que diz respeito a fiscalização e controle dos serviços das concessionarias do transporte publico da capital.

Nessa atividade, dezenove linhas de ônibus foram fiscalizadas, são elas: 601, 608, 610 e 612 do bairro de Petrópolis; no Japiim 609, 623,004, 611 e 614; no Jorge Teixeira 680 e 677; Nova Aleixo/Mutirão, 449,447,049,440 e no Mauazinho, 711, 706, 705 e 714.

Fazendo uma comparação entre as fiscalização realizada no mês de março e junho deste ano, Waldemir afirmar que nada mudou no transporte público, ao contrário, as empresas estão oferecendo à população um serviço cada dia pior. “Em todas as estações encontrei ônibus velhos, com elevadores para cadeirantes quebrados e várias cadeiras soltas. No bairro Jorge Teixeira, por exemplo, os atrasos nas saídas são constantes o que resulta em superlotação nas paradas”, disse o parlamentar.

Além disso, Waldemir diz que não encontrou nessas estações nenhum fiscal da Prefeitura, o que demonstra claramente o descaso da Administração Municipal com a cidade, uma vez que a fiscalização obrigará as empresas a cumprirem os horários determinados pela Superintendência Municipal de Transporte Urbano. “As empresas fazem o que querem. Não encontramos nenhum fiscal nessas estações. Falta a presença da Prefeitura cobrando das empresas que cumpram o horário de saída. Levemos em consideração que a população paga diariamente pela utilização completa da frota e não pela metade”, pontuou o vereador.

Diante desses fatos, mais uma vez, o vereador Waldemir José, juntamente com o deputado estadual José Ricardo e o deputado federal Francisco Praciano, todos do PT, ingressam com uma junto ao MPE, para que seja realizado TAC obrigando a Prefeitura e as concessionárias de transporte público a cumprirem suas obrigações contratuais colocando em circulação a quantidade de ônibus, a realização das viagens estabelecidas no contrato e, sobretudo, que a fiscalização nas estações seja feita pelo município e, também no TCE para que seja realizada uma auditoria nas contas das empresas de transporte público da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui