Pintor de telas constrói hotel de luxo em Parintins

Foto: Reprodução

Freyzer Andrade, pintor parintinense que desce o rio da vida, subindo as águas, segue aprontando na terra do Festival Folclórico de Garantido e Caprichoso.

Famoso entre celebridades mundiais como a família Clinton, ex-presidente dos EUA, a família de Naruhito, Imperador do Japão, e o jogado Neymar, compradores de suas telas, aos 32 aos, Freyzer agora está construindo um hotel no meio da natureza. E isso na zona rural.

Nesse sentido, o empreendimento será inaugurado este ano, informa um texto que distribuiu à mídia de Parintins no fim de semana que passou.

Trata-se de um hotel de luxo, que já tem nome: “Boca da Valéria Ecolodge”.

O nome, na verdade, é uma senha principalmente ao turismo internacional por sugerir um local de negócio, ecologicamente sustentável, com preservação natural e cultural e que, ao mesmo tempo, incentiva o bem-estar das populações onde está instalado.

Dessa maneira, o local onde está sendo construído o ecolodge ainda é pouco conhecido dos amazonenses. Mas, há mais de 40 anos, é ponto anual de parada obrigatória dos navios de cruzeiros internacionais que sobem o rio Amazonas.

Esse local é a Serra de Parintins.

Alí, teria ocorrido um dos últimos conflitos da Cabanagem, revolta popular e social de mestiços, negros e índios, ocorrida entre 1835 a 1840 na antiga província do Grão-Pará.

Do mesmo modo, lá também nasceu Freyzer, na Boca da Valéria. Nasceu também a história do pintor mais famoso da Ilha, que não se fez pelos bumbás, como os “artistas comuns” de Parintins.

Então, ele tinha 12 anos de idade quando um turista estrangeiro viu os primeiros traços do menino e o levou para a Europa.

Dessa forma, bastou para ele. Ainda garoto já era um dos artistas mais procuradores por famosos e as maiores fortunas do mundo.

Por isso, depois de conhecer mais de 80 países, morando em Oviedo, Norte da Espanha, até o ano passado, ele resolveu voltar para a sua Valéria, onde inicia sua vida de empreendedor turístico.

Estrutura

Dessa maneira, o Ecolodge está sendo construído numa área de 1.261,89 m2, com estrutura que forma um charmoso complexo de chalés que remetem ao estilo balinês. A engenheira e designer Eliana Brelaz passou a assumir o projeto.

Fonte: BNC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui