Polícia prende homem que matou professor de Educação Física no Parque Dez

Foto: Divulgação

Manaus – A polícia falou na manhã desta segunda-feira (5), durante coletiva de imprensa sobre o cumprimento de mandado de prisão temporária por homicídio, em nome de Layan Maricaua de Souza, 18, conhecido como “Major”.

Conforme o titular da DEHS, o jovem é autor do homicídio do professor de Educação Física Mário Jorge Nascimento de Mendonça, que tinha 56 anos. O crime ocorreu na madrugada do dia 10 de julho deste ano, por volta das 3h, na casa onde a vítima morava, no bairro Parque 10 de Novembro, zona centro-sul da capital. O corpo do professor foi encontrado na manhã daquele mesmo dia, por familiares dele.

Durante as investigações, a equipe da especializada chegou até a identidade do infrator. Então, o titular da DEHS representou à Justiça o pedido de prisão em nome do indivíduo. A ordem judicial, com prazo de 30 dias, foi expedida no dia 24 de julho deste ano, pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Paulo Martins relatou que após o crime, Layan furtou o celular da vítima, o notebook e uma caixa de som. Conforme a autoridade policial, o jovem vendeu o notebook da vítima e utilizou dinheiro para fugir para Parintins, município distante 369 quilômetros em linha reta da capital. A prisão do infrator foi efetuada na residência de uma conhecida dele, naquela cidade.

Layan foi indiciado por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da DEHS, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). O pedido de conversão do mandado de prisão temporária para preventiva já foi representado pelo titular da DEHS à Justiça.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui