Francisco Souza de braços dados com o “inimigo”?

Francisco Souza mudou de lado.

Francisco Souza mudou de lado.
Francisco Souza mudou de lado.

O deputado Francisco Souza (PSC), que passou todo o primeiro turno nos corredores do palácio jurando que estava apoiando o governador José Melo e a sua base aliada, agora “pulou a cerca” e foi se aninhar nos braços esplêndidos de Eduardo Braga, onde também se encontra o seu desafeto Eron Bezerra (PCdoB).
Souza deve ter se deixado seduzir pelos encantos e promessas “gordas” do candidato da oposição, a ele ou, fez as pazes com o seu ex-chefe do exercício anterior. Nos seus sonhos em noite de lua minguante, Souza imagina que ao se aninhar no colo de Braga, ele lhe dará a autoria da ideia da construção da *Ponte do Rio Solimões.
O corre que Eron Bezerra chegou antes à trincheira inimiga. Souza sempre acusou Eron de desmantelar o Setor Primário do Estado, quando esteve à frente da Secretaria de Produção (SEPRO). Do alto da tribuna, Souza acusou Erom Bezerra de ter sucateado a Secretaria e de não ter investido as verbas destinadas ao desenvolvimento da agricultura no Amazonas, como devia. Ao pular a cerca para o lado da trincheira inimiga, os dois se engalfinham ou entram na fila para a disputa de uma vaga no que se chama de balatau.
NT: *O estudo técnico para a construção da Ponte do Rio Solimões já foi elaborado pela Região Metropolitana de Manaus e pelo Departamento Nacional da Infraestrutura (DNIT), do Governo Federal, que comprovam que na altura da Comunidade  Bela Vista, no Município de Manacapuru, no Km 55 da Estrada AM – 070 é possível construir a ponte…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui