Trabalhadores vão pagar INSS mais caro a partir de Março de 2020

Senadores aprovaram nova tabela de contribuição para os trabalhadores contribuintes do INSS e limita o acúmulo de pensões e aposentadorias, entre eles, o senador amazonense Omar Aziz (PSD) – foto: Senado

Salários dos trabalhadores terão novos descontos em abril no INSS. Os trabalhadores da iniciativa privada e os servidores públicos terão novos descontos nos salários após a reforma da Previdência passar a valer, a partir de março de 2020, com desconto no salário de Abril.

A emenda promulgada pelo Congresso define que as novas alíquotas vão começar a valer a partir do primeiro dia do quarto mês após a publicação do texto.

Com isso, os descontos começarão a ser aplicadas sobre o salário de março, que é pago em abril, de acordo com informações da Agência Senado.

Atualmente, os trabalhadores do INSS têm percentuais de contribuição de 8%, 9% e 11% sobre a renda.

Esses índices de recolhimento para a Previdência estão distribuídos sobre três faixas fixas de salários e são limitados ao teto previdenciário, que é de R$ 5.839,45 neste ano.

Quando a nova regra criada pela reforma da Previdência passar a valer, os percentuais vão oficialmente variar entre 7,5% e 14%, mas com uma diferença importante: seguirão uma escala progressiva semelhante à aplicada no Imposto de Renda. A mudança tornará os descontos proporcionais à renda de cada trabalhador.

Com o ‘pente-fino’ implantado por Bolsonaro no INSS, altera as regras de acesso a alguns tipos de aposentadoria, pensão e auxílios, ficando mais difícil para o trabalhador – foto: arquivo

Quem recebe um salário mínimo (hoje, R$ 998), por exemplo, contribui pelas regras atuais com R$ 79,84 por mês. Com a alteração, a contribuição deste trabalhador cairá para R$ 74,85.

Já quem tem um salário superior ao teto do INSS, hoje de R$ 5.839,45, recolhe 11% sobre esse valor máximo. Após o início das novas regras a contribuição vai subir de R$ 642,34 para R$ 682,55 e o novo desconto será de 11,69% do teto.

A reforma também mudará os descontos nos salários de servidores públicos federais. (CC e CG).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui