Prefeito de Guajará é multado em mais de R$ 200 mil por irregularidades

Foto: Reprodução

O prefeito de Guajará (a 1.570 quilômetros de Manaus), Ordean Gonzaga da Silva, foi multado em R$ 234 mil. Ele teve as contas do exercício financeiro de 2017 consideradas irregulares pelo pleno do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

Entre as razões para a reprovação das contas, segundo o relator do processo, conselheiro Érico Desterro, estão a inconsistência de informações no quantitativo de servidores admitidos em 2017, ausência de demonstrativo das licitações e contratos aditivos firmados pela prefeitura, além da não apresentação de relatórios para verificar se materiais adquiridos foram entregues e utilizados.

Ainda durante a sessão, o prefeito de Tonantins (a 867 quilômetros de Manaus), Lázaro Martins, teve as contas de 2017 julgadas regulares com ressalvas. Isso porque o gestor violou algumas questões técnicas na prestação de contas, como a ausência de parecer técnico em uma licitação, e ter deixou de atualizar, por um curto período, o portal da transparência. As violações resultaram em multa de R$ 8 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui